Publicado por: marianacarneiro | 07/09/2009

Praças de Salvador (VII e VIII) – Rio Vermelho mal cuidado

Hoje o jornal A TARDE publicou matéria que trata do descaso com a praça que a prefeitura inaugurou há pouco tempo no Rio Vermelho, ao lado da Igreja de Santana. O local, onde foi instalado um parquinho infantil e que deveria servir às crianças da área, virou point de usuários de drogas e assaltantes, para indignação dos moradores que gostariam de poder usar o espaço.

DSC08772

Praça lateral à igreja de Santana

Constatei a insegurança do lugar na única vez em que estive lá, há cerca de um mês. Fui conhecer e saí muito rápido. No tímido parque infantil colocado ali (a área é bem exígua) havia uma casinha (que já começou a sofrer os efeitos do vandalismo e chegou a ser ocupada por uma família sem-teto), uma gangorra, escorregadeira e balanços que por enquanto sobrevivem. Por estarem bem na frente do mar, não sei por quanto tempo os brinquedos vão aguentar.

Em junho a prefeitura distribuiu material para divulgar as novas praças que a população estaria ganhando. Além dessa do Rio Vermelho, estavam na lista a praça da Rua Café Filho, em Periperi, outra no Cabula, localizada no Conjunto Planalto, e a última no Stiep, na Rua Leopoldo Miguez. Espero que elas estejam em melhor estado. Não adianta inaugurar se não é possível conservar e garantir segurança para os equipamentos e também para as pessoas.

DSC07310

Cadê a placa de identificação da praça?

No mesmo Rio Vermelho encontrei uma situação ainda mais inusitada: na rua Frederico Edelweiss, esquina com a Rua Deputado Cunha Bueno (ambas bem próximas ao Bompreço), há uma bela praça que foi toda reformada mas que não chegou a ser inaugurada.  O jardim bem-cuidado indica que ela vem recebendo algum tipo de manutenção. Até o lugar que receberia a placa está lá, prontinho mas ainda vazio. Uma praça com cara de nova, mas sem nome e sem uso devido.

Quem deveria estar aproveitando-a como espaço de convivência e lazer não o faz. Em compensação, moradores das imediações relatam não poder levar crianças ao espaço porque ali jovens bebendo, se drogando e traficando são frequentes. Para completar, o parquinho infantil está totalmente destruído, com brinquedos arrancados, tortos ou tomados por ferrugem.

DSC07311

Parquinho está em estado lastimável

Um investimento mínimo seria suficiente para deixar a praça um brinco, porque a maior parte já foi feita. Pena que nossa prefeitura não enxergue isso, mesmo considerando a grande carência que Salvador tem por espaços públicos desse tipo.

»»»»» Para ler outros posts que escrevi sobra praças, vá na busca localizada na parte superior direita do site e coloque as palavras “Praças de Salvador”. Ou escolha a opção “Praças e Parque”  na seção Temas, também no alto e à direita.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: