Publicado por: marianacarneiro | 26/02/2010

Onde buscar diversão no fim de semana

Roteiro infantil começa a retomar seu ritmo após o Carnaval. Confira as novidades no front:

Onde Vivem os Monstros estreia na telona

Clássico da literatura infantil escrito em 1963, o livro Onde vivem os monstros, de Maurice Sendak, ganhou versão cinematográfica que chega às salas baianas neste fim de semana. Trata-se de um programa imperdível para crianças e adultos mergulharem numa aventura que traz um tanto de reflexão sobre sentimentos e conflitos interiores. Max é um garoto levado que é mandado de castigo para o quarto por sua mãe. É quando a imaginação do garoto o transporta para um reino desconhecido, habitado por mostros e onde ele vira rei.

Confira relação de cinemas e horários

»»»»»»»»» Leia também:

Livro Onde Vivem os Monstros ganha edição brasileira, contação de histórias e filme

++++++++++++++++++

Toy Story 1 de volta, agora em 3D

O clássico da Disney/Pixar dispensa maiores comentários, tal o sucesso que alcançou. Enquanto esperamos pelo terceiro filme da série, previsto para estrear em junho de 2010, que tal ir conferir a versão 3D do primeiro e do segundo? O Toy Story 1 entra em cartaz nesta sexta e ficará em curtíssima temporada (está prevista apenas uma semana de exibição).

Veja trailer bem-humorado com os personagens, sobre a chegada da versão 3D

++++++++++++++++++

Saraiva Kids do Iguatemi tem contação de histórias

Já foi conhecer a nova livraria Saraiva, no Iguatemi? A unidade dedicou um espaço bastante amplo e confortável aos pequenos (Saraiva Kids), maior do que o das outras lojas. Também incluiu na programação sessões de contação de histórias. Elas acontecem aos sábados e domingos, sempre nos fins de tarde (em torno das 17h)

++++++++++++++++++

Sarau de poesias infantis na Biblioteca Monteiro Lobato

Programa legal para a manhã de domingo (11h): participar do Sarau Bem Legal, recital de poesia com crianças que frequentam a Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, em Nazaré. A atividade tem a coordenação do professor e ativista do coletivo Blackitude Hip Hop Nelson Maca e incentiva a iniciação poética da meninada. O grupo que se apresenta foi criado em outubro de 2009 e leva o nome de Este Tal Recital.

Também na Monteiro Lobato haverá a exibição gratuita de filmes infanto-juvenis, às 13h do domingo.

++++++++++++++++++

Mais festa pelos 25 anos do Circo Picolino

O segundo espetáculo da série que comemora os 25 anos de fundação da Escola Picolino de Artes do Circo será neste sábado (27), às 20 horas, em Pituaçu. Ele terá a participação do Bando de Teatro Olodum. A palhaça Kerozene, interpretada pela artista Carol Guedes, e Luana Serrat, da Fulanas Cia de Circo, serão as mestres de cerimônia do espetáculo, que trará ainda como convidados os clowns Demian Reis (Tezo) e Felícia de Castro (Bafuda), além de artistas das Fulanas Cia de Circo e da Cia Picolino, em números de malabares, corda, contorção, arame e trapézio. Tudo acompanhado de música ao vivo da banda formada por Cássio Nobre, Wilton Batata e Viva Varjão, com direção musical de Juracy do Amor (Beef). Os ingressos custam R$ 10 para todos.

Criada pelos artistas Anselmo Serrat e Verônica Tamaoki, a Picolino nasceu em setembro de 1985 sob a lona do Circo Troca de Segredos, em Ondina, de onde teve que sair para funcionar em diversos espaços da cidade.Viajou pelo Brasil e participou de festivais na Europa, tendo formado milhares de alunos de todas as camadas sociais. Passou pela Biblioteca dos Barris, pelo bar Vagão, no Rio Vermelho, até a área do antigo Aeroclube, onde funcionou entre 1989 e 1996. Atualmente o circo se estabeleceu em Pituaçu, onde realiza espetáculos, curso de alfabetização, cursos básico de circo e formação de instrutores, em parceria com empresas, organizações não governamentais, além de cursos particulares de iniciação a técnicas circenses.

Outras informações: 3363-4069

++++++++++++++++++

Exposição reúne acervo de arte africana do século XX

Um dos maiores e mais importantes acervos de arte africana do Brasil foi reunido na exposição Panáfrica, aberta nesta semana no Centro Cultural Solar Ferrão (Pelourinho/Salvador). São 860 peças que traduzem a riqueza estética e a diversidade da produção cultural africana do século XX, entre máscaras, estatuetas e utensílios de uso cotidiano ou ritualístico. As obras foram doadas ao Governo da Bahia pelo industrial italiano Claudio Masella.

A mostra está dividida em três núcleos: no primeiro estão as máscaras, que eram utilizadas em rituais aos antepassados; o segundo apresenta estatuetas, destinadas à representação de seres míticos ou à perpetuação da memória dos ancestrais, e o terceiro núcleo exibe instrumentos e utensílios da vida cotidiana, a exemplo de recipientes, jóias, pentes, cajados, bastões e assentos. Há ainda outras duas salas especiais: Ibejis, dedicada às imagens em madeira que remetem aos gêmeos iorubanos, e Colonizadores, com estatuetas de produções recentes que fazem referência aos conquistadores europeus chegados ao continente africano a partir do final do século XIX.

SERVIÇO

Exposição Panáfrica
Centro Cultural Solar Ferrão – Rua Gregório de Matos, nº 45 – Pelourinho
Visitação: de terça a sexta, das 10h às 18h; nos fins de semana e feriados, das 13h às 17h
Gratuito
Informações: 3117-6357


Responses

  1. Ai, a Saraiva do Iguatemi está um sonho… bom perceber que as grandes livrarias estão tratando com mais respeito o público baiano…


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: